domingo, 20 de novembro de 2011

Verbo chegar...

Vamos conjugar o verbo chegar:





Pretérito Perfeito do Indicativo: Chegou a crise (Se é que alguma vez se foi embora!!!)





Presente do Indicativo: Chegam todos os dias notícias medonhas da Europa...





Futuro do Indicativo: Chegará o dia que nós iremos acordar deste pesadelo de penúria...





Pretérito Imperfeito do Conjuntivo: Se chegassem à conclusão que roubar a classe média só vai piorar a economia...





Condicional: Chegariam a um sucesso relativo...





CHEGA de apertar o cinto... vamos viver de mealheiro debaixo da almofada e esperar pelas migalhas da UE e deixar que os tempos melhorem... há um longo caminho a precorrer...





Vamos lá CHEGAR!!!!

Verbo Chegar...

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

ET´s

Tenho que admitir que cada vez compreendo menos o mundo em que vivo! Passo a explicar: as alterações comportamentais são tão rápidas que não conseguem acompanhar a velocidade da luz... ou seja não se consegue comprrender nada nem ninguém! Por vezes penso que a humanidade caminha para um abismo comportamental...
O que perece ser masculino, não é! O que era tido como belo, deixou de ser! A preocupações passaram a vontades! Os heróis deixaram de existir... e os políticos são piores que leprosos! Estão gravemente doentes e não se aproximam do comum dos mortais!!!!
Há uma forte crise de valores que alguns de nós querem contornar... mas parece que entramos num tornado dos mais violentos, daqueles que que não há saída possível! Pode parecer filosofia mas, na verdade, a vida é mais do que isso... é um jogo cujas apostas são excessivamente elevadas... tão elevadas que se pagam com erros, sofrimento e até morte! No fundo uma "roleta russa" da qual ninguém se consegue libertar, muitos não querem sair... e mais grave alguns até gostam! Isto porque infelizmente existe muito boa gente que adora a desgraça alheia! Essa gente alimenta-se disso como um verme se alimenta de um corpo morto e já sem qualquer sinal de vida...
Aqueles que conseguem sobreviver a esse jogo, esse tornado, são autênticos ET's... só assim é que os podemos chamar!!!!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Voltei... será?

Ando mesmo sem falta de tempo... como qualquer profissional que está ligado ao ensino! Especialmente se fôr do básico...
Andamos carregados de papéis até aos olhos, cheios de grelhas, de ficha e fichinhas, testes, trabalhos individuais e de grupo, ficholas de leitura...
Mas no meio destas folhas, que deviam ser candidatas ao contentor de papel... espreita um folheto ou dois de férias de sonho no fim do mundo!
O que é de lamentar é que os bilhetes de avião destas viagens de sonho são apenas de ida e volta!!!! Se houver um só de ida... é MEU! Aceitam cartão de crédito?

sábado, 13 de fevereiro de 2010

VOLTEI!

Olá... reconheço que estava com saudades de escrever no meu "bloguii"! Este meu canto cibernáutico que apesar de estar virado para o mundo... só eu escrevo nele!
Esta ausência deveu-se a um problema de perda que me deixou muito em baixo... mas, Graças a Deus, aqui estou!
Hoje é um dia que me sinto feliz mas ao mesmo tempo triste. Ontem recontrei uma amiga de longa data e tive um jantar de colegas da escola... tendo corrido tudo muito bem. Contudo hoje foi o funeral de um familiar que eu gostava muito! O meu sorriso de alegria mistura-se com as lágrimas de uma perda...
Prometo voltar... e dar forte e feio em que me "moer" a paciência!Ahahahahah...

domingo, 23 de agosto de 2009

O regresso...

Depois de um tempo de ausência por motivos particulares decidi voltar ao meu adorado blog... tenho muito para falar sobre os mais actuais assuntos mundanos! Espero que todos os meus amigos tenham tido umas boas férias e estejam prontos para um novo ano escolar...

domingo, 22 de março de 2009

Os meus afazeres diários

Rezo para nunca acordar cedo... no entato algo em mim (deve ser o meu despertador biológico marado!) faz-me abrir os olhos bem mais cedo do que os restantes habitantes aqui de casa. Resultado: como não consigo estar deitada a fazer de conta que estou a dormir... tenho de me levantar, como não consigo estar parada... começo desde logo a fazer qualquer coisa! A trabalhar portanto...
O pior é que antes ainda tomava o pequeno-almoço a ver as notícias do mundo... ou algum programa que me agradace, mas como aboli a televisão dos meus passatempos, nem isso faço de manhã!! Normalmente encontro-me com o meu ferro de engomar e temos uma conversa de três máquinas de roupa, depois vou à cozinha e mais um namoro com a louça, varro, limpo uma das casas de banho de serviço... pode parecer um pouco sádico mas adoro aquela parte da manhã de silêncio total em que ninguém invade o meu espaço de trabalho! E penso: "Devo estar doente mas gosto muito de fazer isto!" No fundo o que eu prezo é aquela solidão temporária matinal onde eu sou a única habitante daquele lar!!! Ai como eu adoro os meus afazeres diários!!!